quinta-feira, 4 de novembro de 2021

João de Melo autor do mês de novembro

 

João de Melo nasceu nos Açores, em 1949. Aos 11 anos, deixa a sua ilha natal para prosseguir os estudos no continente, como aluno interno do Seminário dos Dominicanos, onde permanece entre 1960 e 1967. Abandonado o seminário, passa a viver em Lisboa, prosseguindo os estudos enquanto trabalha e iniciando colaborações na imprensa escrita. É, aliás, num jornal, o Diário Popular, que publica o seu primeiro conto, aos 18 anos.

A incorporação no exército e a posterior ida para Angola, onde permaneceu 27 meses numa zona de guerra, marcá-lo-ão em termos pessoais e literários. Já após a revolução de Abril de 1974, João de Melo licencia-se em Filologia Românica pela Faculdade de Letras de Lisboa, mantendo sempre colaboração em diversas revistas literárias. Foi sindicalista, crítico literário, diretor editorial e professor do ensino secundário e superior. Foi convidado pelo Governo Português para o cargo de Conselheiro Cultural junto da embaixada de Portugal em Espanha (que desempenhou durante 9 anos, entre 2001 e 2010). Em 2003, em Madrid, criou a “Mostra Portuguesa” (de que realizou 7 edições), sendo o maior evento cultural português fora de fronteiras.

Este ano venceu o Prémio Literário Urbano Tavares Rodrigues pelo seu mais recente romance, Livro de vozes e sombras, que aborda a guerra colonial e o separatismo açoriano.

*Texto adaptado de várias fontes

Sem comentários:

Enviar um comentário

Super Leitor 2020-2021

A BEMS congratula todos os leitores do AESB felicitando os "Super Leitores" do ano letivo 2020-2021: 1.º CEB - EB OAz N.º 1 -  Ana...