terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Trabalhando com... Fernando Pessoa

O dia oito de janeiro foi totalmente dedicado a Fernando Pessoa. Pela voz do Prof. Dr. Fernando Hilário, os alunos do 12º ano viajaram no tempo, vaguearam por locais, namoraram Ophélia e foram impelidos a conjeturar sobre a ilusão, o fingimento, a realidade e a multiplicidade do cidadão Fernando Pessoa, sem saírem da Biblioteca Escolar.


Segundo o nosso convidado quando se fala de Fernando Pessoa não se pode falar do poeta mas de literatura: um total uno, múltiplo de si próprio e cuja capacidade de discernimento e de compreensão das correntes do modernismo europeu, levou à procriação de várias personalidades e ideias.
Muito mais complexo do que, por vezes, os manuais escolares fazem transparecer, o Prof. Dr. Fernando Hilário, tendo sempre por base a apresentação do seu livro Desenhos para Pessoa, falou de tudo e do todo: os vícios, os amigos, Orpheu, Ophélia, da infância, passando pelos textos onde Fernando Pessoa justifica que Caeiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Bernardo Soares não são pseudónimos.

Completas e incompletas ao mesmo tempo, as duas sessões de Fernando Hilário com os alunos do 12º ano (ensino regular, num total de 149 alunos), deixaram muitos outros assuntos por abordar, dada a enorme abrangência deste escritor, na vida cultural do Séc. XX.


Sem comentários:

Enviar um comentário