quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Mais um poema d e nossa autoria


A luz matinal rasgara o pez da bruma.

 

Ramos esgotados, entrançados,

solidários, descaem a prumo

na terra estéril, gretada,

envelhecida prematuramente.

Ar sem risco, brisa, fumo ou som,

homens (e mulheres) condenados ao exílio,

tão grande é a insolação, a desolação, o medo.

 

Mas por milagre assomou, entre pedras,

pequeníssima pétala de flor silvestre

a prometer

um novo céu,

uma nova terra,

uma nova vida.

 

Norberto Martins

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

December: it's Christmas time

E porque é em dezembro que se celebra o Natal e o Natal é nada mais, nem nada menos do que a festa da partilha, da união, da vida, é tempo de olhar à volta, visitar quem está doente, ajudar quem tem fome, dar a mão a quem a tem estendida, agasalhar quem tem frio, dar de comer a quem tem fome, conviver com os outros e connosco próprios e dar carinho e afeto a quem nada tem e assumir as nossas corresponsabilidades neste mundo tão díspar.
Porque Natal é todos os dias, mas em dezembro é mais Natal pois é tempo para refletir, partilho um vídeo que fiz no ano passado para uma aula de Inglês do 7º ano e que considero apropriado para a época.
 
 


sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

A Magia Acontece

Porque toda a magia do Natal pode acontecer, quando menos esperamos... já todos nós temos os nossos sonhos!





Um Santo Natal e um Feliz Ano Novo

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Uma estrela especial



O LIVRO E A MAGIA DO NATAL

A equipa das bibliotecas escolares levou a magia do Natal a algumas turmas do Agrupamento, através de momentos de leitura de contos de Natal.
Traçado o roteiro de visitas, que teve início a 6 e decorreram até 17 de dezembro, foram realizadas no total 10 sessões, distribuídas por 6 turmas do 1º CEB, 2 para crianças da Educação Pré- escolar e 2 para o 5º ano.
As Professoras Bibliotecárias, Odete Alegria Costa e Isabel Costa, levaram a leitura do livro Uma estrela especial de M. Christina Builet e Caroline Pedler, às escolas do 1º CEB e Jardins de Infância. As PB também levaram outros livros de Natal que os alunos puderam folhear e apreciar as belas ilustrações dos fundos documentais das BE e outros das bibliotecas pessoais das mesmas. No final, os alunos presentearam e enterneceram as PB com canções  de Natal.
Para duas turmas do 5º Ano, foi escolhido o livro Eu sei tudo sobre o pai Natal de Nathalie Delebarre, que foi lido em grupo com a colaboração de todos os presentes.

O conto A discussão do livro “Nove contos de Natal” de Cidália Fernandes, foi lido pela Professora Bibliotecària. Foram então apresentadas algumas propostas de livros do fundo documental da BE, convidando os alunos a não esquecer a companhia dos AMIGOS LIVROS durante as férias!  


As atividades decorreram muito bem, tendo sido do agrado dos alunos.
A dinamização dos livros pelas Professoras Bibliotecárias contou com a preciosa colaboração dos alunos de cada turma, tornando as sessões interativas e participativas.
As Boas Festas foram levadas com alegria e fantasia.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Regresso devagar ao teu sorriso

Por sugestão da nossa Colega Isabel Barbosa que o declama divinalmente:
 
 
«Regresso devagar ao teu sorriso
como quem volta a casa.
Faço de conta que
não é nada comigo.
Distraído percorro
o caminho familiar da saudade,
pequeninas coisas me prendem,
uma tarde num café, um livro.
Devagar te amo
e às vezes depressa, meu amor,
e às vezes faço coisas que não devo,
regresso devagar a tua casa,
compro um livro,
entro no amor
como em casa.»
 
António Pina

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Para as nossas colaboradoras das Bibliotecas escolares:
Dª Ângela; Dª Cidália (com votos de rápidas melhoras); Dª Paula e Dª Paulinha (escrito a azul por ser a cor favorita da Paulinha Santos :P)!!!!!)

 e para todos os Professores  que diariamente  colaboram com as Bibliotecas escolares e fazem dela o espaço e a equipa que somos desejamos um Santo Natal e um 2014 cheio de Sucessos e de Saúde.

PS: Aaahh ...É verdade... já me ia esquecendo....

Chegaram estes livros todos para serem catalogados antes do início do 2º período. heheheheheheh


Festas Felizes!
são os nossos votos: Odete, Isabel e Paula

domingo, 15 de dezembro de 2013

Os 10º anos e "a contradição humana"

       A Biblioteca escolar voltou a servir de complemento ao currículo, usando para tal, o livro "A contradição Humana" de Afonso Cruz.
       Com este livro os alunos foram levados a descobrir as contradições do ser humano.
    
    Confesso que a minha preferida diz; "apesar de comer tanto açúcar, é uma pessoa amarga". E isso faz-me pensar no valor da vida, da partilha, do amor ao próximo. E as vossas contradições preferidas quais foram?
      
     Este livro apesar do seu aspeto mais lúdico, foi aproveitado para explorar alguns valores morais humanos como o egoísmo, a liberdade, o valor da vida, entre outros, fazendo-nos pensar em quem somos e o que queremos para nós e para os outros.
       A recetividade dos alunos e dos colegas de Português, Educação para a Cidadania e Área de Integração que nos abriram a porta a mais uma atividade de incentivo à leitura, de extensão /complemento do currículo e de divulgação do fundo documental da BE foi, mais uma vez, muito preciosa.
     Nada teria sido possível se não fosse essa colaboração e por isso o nosso profundo agradecimento. 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Exposição na BEMS

Apesar de já ter sido há algum tempo, esteve patente durante o mês de dezembro, no espaço da BEMS, uma mostra documental alusiva à comemoração dos duzentos anos do nascimento dos dois grandes mestres da Ópera do século XIX, Giuseppe Verdi e Richard Wagner. Esta mostra incluiu livros, CDs, Longplays e cartazes alusivos à vida e obra dos dois compositores. Puderam também ser ouvidas, durante os intervalos e em baixo registo, algumas faixas das obras mais famosas e mediáticas destes dois génios da música.
Esta atividade só foi possível graças à colaboração do colega Luís Geraldes, o qual tomou a iniciativa de não deixar passar em claro esta efeméride, propondo-nos o desafio que foi logo acolhido pelas Bibliotecárias do agrupamento. Referimos ainda, que nesta atividade a Biblioteca foi parceira contribuindo apenas com o espaço físico onde esteve patente a exposição.

 

Do 8ºG para o 11ºF





A partilha de trabalhos realizados em sala de aula tem vindo a realizar-se com frequência, tendo-se revelado experiências extraordinárias para quem as organiza, assiste e participa com os seus trabalhos.

Desta vez, coube à turma do 8ºG, conjuntamente com a Professora de Português, Sandra Gonçalves, aceitarem o desafio proposto pelas Professoras Bibliotecárias.

          Assim, na passada quinta-feira, dia 5 de dezembro, dois alunos do 8º G fizeram a apresentação dos livros - O caso do último dinossauro de Mafalda Moutinho (por Rita Gaspar) e O Diário de Anne Frank  (por Ricardo Concéption).

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Invictus

Madiba


Ufanemos um homem,
Um homem que tinha um sonho
Um homem que esteve 27 anos preso
Um homem dono do seu destino e capitão da sua vida...
Ufanemos um homem,
Um homem que ousou sonhar a igualdade
Um homem que ousou colocar apartheid no dicionário
Um homem que ousou manter-se vivo pelo seu sonho...
Ufanemos um homem,
Um homem que acabou com a diferença
Um homem vencedor da dor
Um homem que foi Nobel da Paz...
Ufanemos Esse Homem:
Madiba..., ida..., da..., a...
Perpetuado pelo eco dos séculos vindouros.
Até um dia destes, Nelson!

Reinette

domingo, 8 de dezembro de 2013

Trabalhar com ...

... Aquilino Ribeiro (13/07/1885 - 27/05/1963)


Os seguintes webfolios contêm materiais interessantes para se trabalhar algumas obras do homem que afirmou que " a terra foi dos serranos desde que o mundo é mundo, herdada de pais para filhos. Quem vier para no-la tirar connosco se há-de haver".



Aquilino Ribeiro - Arca de Noé III classe

Aquilino Ribeiro - Romance da Raposa

Aquilino Ribeiro - O livro de Marianinha

Aquilino Ribeiro _ Fernão Mendes Pinto

Aquilino Ribeiro e a sua obra

A casa dos segredos

Um livro é uma casinha cheia de agradáveis surpresas, fumegante de saberes e recheada de cultura.
Boas Leituras!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

The counterville ghost is a secret story

       Realizou-se na Biblioteca Madalena Sotto mais uma partilha cultural dinamizada pelos alunos do Projeto English +,  do 9º G.
       os alunos das turmas convidadas,  9º C e D, foram acompanhados pelas Professoras Maria José Oliveira (no horário de Português) e Alexandra Velhinho (no horário de Inglês).
       Desta feita, os alunos recrearam a história "The Canterville Ghost" de Oscar Wilde, trabalhada nas disciplinas de Português e de Inglês e adaptaram-na, em Língua Inglesa, durante os tempos letivos de Educação para a Cidadania, aos tempos modernos, chegando à conclusão que "The Canterville Ghost is a secret story" after all.

Falar verdade a mentir...

As docentes do 8º ano e a Biblioteca Escolar realizaram ontem  e hoje (3 e 4 de dezembro) uma parceria com o objetivo de estimular o espírito crítico dos alunos, de modo a reconhecer no fundo documental existente, as relações que as obras estabelecem com o contexto social, histórico e cultural do Sec. XIX.
Desta vez a Biblioteca cooperou numa extensão dos curricula, com o texto dramático "Falar verdade a Mentir" de Almeida Garrett, no âmbito do PNL.
Mais uma vez, as docentes Fernanda Araújo e Sandra Gonçalves (sempre muito cooperantes com a Biblioteca Escolar e com as Professoras Bibliotecárias) abriram as portas das suas salas de aula e deixaram a magia dos livros entrar, proporcionando aos seus discentes o contato com estórias da nossa História.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Trabalhando com...



Padre António Vieira

Biografia

Nascido em lar humilde, na Rua do Cónego, perto da Sé, em Lisboa, foi o primogénito de quatro filhos de Cristóvão Vieira Ravasco, de origem alentejana cuja mãe era filha de uma mulata ou africana, e de Maria de Azevedo, lisboeta.
Cristóvão serviu na Marinha Portuguesa e foi, por dois anos, escrivão da Inquisição.
 Mudou-se para o Brasil em 1614, para assumir cargo de escrivão em Salvador, na Bahia, mandando vir a família em 1618.